quarta-feira, 21 de abril de 2021

Mercado de trabalho atual

 


Qual fazer primeiro? Curso superior ou nível técnico! Eu como egresso de curso técnico e superior, recomendo o nível técnico! É mais rápido, e a maioria é gratuito. E além do mais no fim do primeiro semestre, o estudante já consegue um estágio. Eu acho que faculdade no momento é para quem tem tempo e dinheiro. Faculdade você faz depois já empregado, e ganhando bem.

Domingos Moreira

quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Tenha aulas particulares em home Office,

 

Tenha aulas particulares em home Office, na sua casa ou escritório.

Aprenda a:

Enviar e receber e-mails;  Elaborar textos e planilhas com Microsoft Excel;

Elaborar apresentações de PowerPoint;

Elaborar e formatar textos, com Microsoft Word.

Editar imagens e fotos;

Gravar seus próprios CD’s;

Proteger sua máquina contra invasões e ameaças;

Criar seu Blog ou site com wordpress;

Formatar seu computador e Reinstalar o sistema operacional (Windows);

Utilizar os mais novos recursos do computador. Contato:

11-281-3554,Sites:https://virtualpublicity.com.br/ 11-99259-5790

Instrutor/Técnico:Domingos Moreira No horário comercial de segunda a sexta-feira.

11-281-3554, 98537-9939, dmoreirafernandes2011@gmail.com

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Tenha aulas particulares em home office, na sua casa ou escritório

 

Aprenda a:

Enviar e receber e-mails;  Elaborar textos e planilhas com Microsoft Excel;

Elaborar apresentações de PowerPoint;

Elaborar e formatar textos, com Microsoft Word.

Editar imagens e fotos;

Gravar seus próprios CD's;

Proteger sua máquina contra invasões e ameaças;

Criar seu Blog ou site com wordpress;

 Formatar seu computador e Reinstalar o sistema operacional (Windows);

 Utilizar os mais novos recursos do computador. Contato:

11-281-3554,Sites:https://virtualpublicity.com.br/ 11-99259-5790      WWW.moreclassificados.xyz

Instrutor/Técnico:Domingos Moreira No horário comercial de segunda a sexta-feira.

 

terça-feira, 7 de abril de 2020

Lojas Virtuais. Esse é o momento!

POR QUE MONTAR UM EMPREENDIMENTO NA INTERNET
Muito provavelmente, você já está familiarizado com a Internet em seu cotidiano, seja para trocar emails, buscar informações, lazer, entre outras. Realmente, ela mudou de muitas maneiras o comportamento de nossa sociedade. Mas, talvez, você não tenha notado que ela está mudando  também a forma como as pessoas compram e realizam transações. Devido, principalmente, à conveniência e o menor custo, as pessoas estão comprando cada vez mais pela Internet, o que tem levado o e-commerce a ultrapassar a barreira dos 30 milhões de consumidores, como você verá mais adiante. Isso significa uma excelente oportunidade para quem quer vender seu produto através do novo canal e tem conhecimento e competência para fazê-lo. É muito mais fácil se estabelecer – e ser bem-sucedido – em um setor que está em acentuado crescimento, do que em outro que está estabilizado. Veja, a seguir, mais algumas razões para você pensar seriamente em um empreendimento na Internet.  <--nextpage-->
A força da novidade iguala as oportunidades
O conhecimento relacionado a esse novo ambiente de negócios, o chamado “know-how”, ainda não está plenamente difundido. Na verdade, empresários, pesquisadores e estudiosos do e-commerce ainda estão buscando conhecimento e aprendendo com os erros e acertos ao longo do caminho. Isso funciona como uma espécie de nivelador e diminui a distância entre quem já está no jogo há mais tempo e quem entrar nele agora, o que é positivo para o novo empreendedor da Internet. Aliado à questão da novidade da área está o fato de que ainda existem muitos nichos de mercado interessantes para serem explorados. Pequenos segmentos que, eventualmente, não interessaram às grandes empresas, ou passaram despercebidos, ou que ainda não estão totalmente maduros, podem representar uma excelente oportunidade de negócios para um empreendedor com visão e mente aberta.
Contato:  dmoreirafernandes2011@gmai.com
11-99259-5790

quarta-feira, 25 de março de 2020

Loja Virtual. Simples e Funcional!

Criamos a sua loja virtual em uma semana.

O que é e-commerce?

O conceito de e-commerce é aplicável a qualquer tipo de negócio ou transação comercial que implique a transferência de informação através da Internet, como sites que comercializam produtos, serviços, consórcios e sites de leilões.
O comércio é anterior à Internet, mas foi com o surgimento e a popularização dela que o comércio eletrônico ganhou força e se tornou mais acessível, permitindo que qualquer um possa vender pela Internet sem a barreira da distância.
Tanto o Empreendedor Individual, a Micro, a Pequena, a Média e a Grande Empresa podem utilizar esse método de vendas, por meio de uma loja virtual. Se a sua loja faturar menos de R$ 60.000 bruto ao ano, você poderá formalizar a sua empresa via Internet, através deste site Portal do Empreendedor, pagando de impostos, a cada mês, cerca de R$ 40. Esse valor já inclui o INSS, entre outros benefícios.
O domínio da sua loja deve ser registrado no https://registro.br/. Ao escolher o domínio para a sua futura loja, considere estes três pontos:
 Que tenha a ver com o nome da empresa;
 Que não seja comprido demais;
 Que seja facilmente lido e memorizado.


Para a utilização do domínio, você deverá pagar um valor anual de aproximadamente R$ 30 ao Registro.br.
Considerado um dos maiores fenômenos da Internet e ainda com potencial para experimentação e crescimento, o e-commerce pode focar em públicos diferentes:
 B2B, ou Business to Business (“empresa para empresa”): são as transações de comércio entre empresas;
 B2C, ou Business to Client (“empresa para cliente”): é o comércio entre a empresa e o consumidor. É o mais comum;
 B2G, ou Business to Governemet: são as transações entre empresa e governo. Os exemplos comuns de B2G são licitações e compras de fornecedores;
4

C2C, ou Client to Client (“cliente para cliente”): é o comércio entre consumidores. Ele é intermediado normalmente por uma empresa (o dono do site), como os sites de leilão.

E também pode seguir modelos diferentes:
 Clube de assinaturas: sites nos quais o público faz uma assinatura (criando um vínculo maior e mais duradouro com o site) e a cada certo período de tempo recebe um conjunto de produtos oferecidos pela página. Esse modelo costuma trabalhar com o mercado de nicho, como cervejas, produtos de beleza, chocolates etc.;
 Venda de serviços e produtos: são os sites mais comuns e que existem em maior número na Internet, ofertando produtos e serviços aos clientes, mas que não criam um vínculo com a loja, como acontece no modelo de assinaturas;
 Marketplace: um e-commerce bem estruturado e de grande porte, que agrega em um só site os produtos de outros e-commerces, fazendo, assim, a ponte entre o seu público e as lojas – que costumam ser de menor porte do que o marketplace;
 Televenda: as vendas realizadas pelo telefone são englobadas no e-commerce, uma vez que a transação é realizada a distância, mediada por tecnologia.

Apesar da facilidade – cada dia mais crescente – de montar um e-commerce, é preciso estar atento a vários detalhes e ser criterioso. Afinal, a mesma facilidade que existe para você, está ao alcance do concorrente.
São inúmeros pontos que um lojista inexperiente no mercado eletrônico precisa conhecer para evitar que sua loja caia em uma das estatísticas do e-commerce: 60% das lojas online fecham antes de completar um ano de funcionamento, afirma Arnaldo Korn, diretor presidente do portal Pagamento Já.
Plataforma
A plataforma de um e-commerce é o sistema responsável pelo gerenciamento e visualização da loja na Internet. Existem várias plataformas disponíveis no mercado. Antes de optar pela que melhor lhe atenda, é preciso identificar as necessidades do seu e-commerce.
Uma plataforma completa deve: >Continua
Contato: dmoreirafernandes2011@gamil.com- 11-99259-5790.